Febre é o aumento da temperatura do nosso corpo a uma reação do aquecimento do Centro Térmico do nosso organismo localizado no Hipotálamo – estrutura que fica no centro do Cérebro.

Quando a temperatura do corpo aumenta devido a determinados fatores, o cérebro recebe informações do nosso organismo para corrigir este aumento de temperatura, visando sempre corrigir, identificar e procurar manter a temperatura normal e fisiológica para um bom funcionamento do nosso corpo.

Quando há um aumento da temperatura é porque houve uma reação no nosso organismo: A febre é conseqüência da liberação de substancias químicas que são produzidas pela luta de nossas células de defesa do sangue contra algum agente infeccioso que penetrou no organismo e esta reação ao agente infeccioso , faz com que aja um aquecimento no centro cerebral de controle da temperatura.

Assim que o centro cerebral de controle de temperatura – Centro Térmico – se eleva, o nosso organismo se aquece e isso pode ser identificado com a tomada da temperatura. É considerado Febre quando os valores do termômetro chega a 37,5 °C e acima disto.

Com febre, imediatamente, o organismo procura combater este aumento, sempre tentando fazer dissipar este calor, ou seja, eliminar este calor:

- Ocorre um fechamento dos orifícios das glândulas sudoríparas não deixando que absorva – se mais calor do meio ambiente,

- Ocorre uma vasoconstrição dos vasos sanguineos ( se fecham ) e com isso a pessoa passa a sentir frio mesmo estando com o corpo quente.

Quando usamos medicamentos ou tomamos banho frio para combater esta febre, em minutos ocorre a ação do nosso corpo à estas medidas:

- Quando a febre esta abaixando, os poros da transpiração se abrem , o organismo pede calor, dissipa calor para o meio ambiente.

- O suor faz com que a temperatura vá abaixando e regulando assim o centro térmico do cérebro.

- Com a temperatura mais baixa, o corpo vai se equilibrando até que a temperatura se normaliza 4) No momento que a temperatura está no valor normal, a pessoa começa a sentir calor, isto porque o suor transpirado é um suor quente.

- Quando a temperatura chega ao normal, o organismo se recupera e a pessoa sente – se melhor.

A febre muito alta, acima de 39 – 39,5 ° C , pode ser danoso para o cérebro. O Centro Térmico apresenta um limite para este aumento elevado da temperatura. Com a febre muito alta, a manifestação deste limite é o aparecimento de crises convulsivas ( ataque de epilepsia – espasmos e movimentos involuntários do corpo com perda da consciência ) que se não tratadas a tempo podem provocar danos.

O Cérebro de alguns adultos e crianças não suportam febre alta, até mesmo abaixo de 39°C. É preciso ter muito cuidado, pois o limite de tolerância a febre, é diferente de pessoa a pessoa. Como as crianças apresentam mais complicações da febre, é importante não deixar a temperatura delas elevarem muito.

Nas Crises convulsivas é preciso socorro rápido e tratamento hospitalar, pois cada minuto que dura a crise, pior será. O fato de ter crise convulsiva não indica que a pessoa terá que usar medicamentos para epilepsia. Em muitos casos , as crises ocorrem somente porque a febre estava alta.

Ao apresentar febre, principalmente as crianças, a febre deve ser logo combatida, pois o risco de ter crise convulsiva continua se a febre subir.Os Medicamentos para combater a febre , os anti – térmicos , devem ser usados assim que a febre aparecer.O Banho frio também pode ser feito para abaixar a febre.

Estas medidas podem ser feitas sem risco nenhum para quem está com febre…